Conteúdo

Visita Guiada a um Espaço Encantado

A Natureza e a Paisagem do Mosteiro de Sanfins

2 de março de 2019
Valença proporcionou a descoberta da riqueza natural e peisagintica da Quinta do Mosteiro de Sanfins, numa visita guiada, no último sábado, 2 de março.
À Descoberta da Quinta de Sanfins
    A visita proporcionou uma interpretação da riqueza natural do biótipo do complexo do Mosteiro de Sanfins e da sua cerca, nomeadamente das carvalheiras, dos sobreiros e aveleiras seculares. A visita percorreu, também, o património edificado como a Igreja Românica, a zona residencial, a Capela da Senhora do Loreto, as fontes e o moinho.

Ao Encontro da Memória e Lenda.
    Após a visita decorreu a inauguração das peças artísticas “Porta-caça do Mosteiro de Sanfins” do Barão Hutter, na área envolvente ao mosteiro, no âmbito do projeto Desencaminharte, da CIM Alto Minho.
    A intervenção artística tem por base as mais antigas tradições / lendas do antigo Couto Monástico de Sanfins e a oferenda aos monges dos primeiros salmões do rio Minho, ou das  primeiras peças de caça de javali da temporada.

Mosteiro de Sanfins, Uma Joia do Românico e Natural
    Em Sanfins encontramos um dos monumentos românicos mais importantes de Portugal. As primeiras referências reportam-se a 604 DC. Trata-se de importante exemplar de um românico com referências galegas.
    O complexo da Quinta do Mosteiro de Sanfins, propriedade da Câmara Municipal e a beneficiar de um conjunto de intervenções, possui um biótipo com uma riqueza e enquadramento natural únicos.

Adicionar comentário