Conteúdo

Valença e Cerveira ativam Primeiro Centro Intermunicipal de Proteção Civil de Portugal

Mais Meios

19 de agosto de 2018
Já se encontra operacional a 1ª fase do Centro Intermunicipal de Proteção Civil do Cerval, o primeiro do género em Portugal, aglutinando no mesmo espaço os recursos e viaturas da Proteção Civil de Valença e Cerveira, de ambas as equipas de Sapadores Florestais e da AFOCELCA, equipa de primeira intervenção e vigilância.
    O IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera também avançou com a renovação do centro já existente, disponibilizando dados meteorológicos mais permanentes que, em muito, poderão ajudar na prevenção dos fogos florestais.

Primeiro Centro em Portugal
    O Centro Intermunicipal de Proteção Civil do Cerval, de Vila Nova de Cerveira e Valença é um acordo inédito, no âmbito da preservação e proteção da floresta contra incêndios que visa a partilha de meios e recursos na prevenção da floresta e na segurança das populações.

Mais Meios de Proteção / Combate aos Incêndios
    Concluídos alguns trabalhos de beneficiação de um dos pavilhões localizados no Aeródromo de Cerval, a essência deste mecanismo de cooperação intermunicipal começa a ser uma realidade no terreno. Já se encontram estacionadas as viaturas afetas à Proteção Civil dos dois concelhos e às equipas de Sapadores Florestais 20-111 e 19-111, para além da equipa AFOCELCA, instituição que funciona como agrupamento complementar de empresas e que possui uma estrutura profissional de combate aos incêndios florestais, nas propriedades das empresas agrupadas, em estreita coordenação e colaboração com a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Mais e Melhores Dados Meteorológicos
    Simultaneamente o IPMA, que dispõe de um centro ali instalado, também procedeu a uma reatualização dos métodos utilizados, passando a disponibilizar dados meteorológicos específicos e úteis de apoio ao trabalho do Centro Intermunicipal, com atualização de 10 em 10 minutos.

Cooperação Intermunicipal
    De futuro, o objetivo de Vila Nova de Cerveira e de Valença passa pela formalização do modelo numa Associação Intermunicipal de Proteção Civil, através da qual os municípios possam apresentar uma candidatura conjunta a fundos comunitários para obter apoios para desenvolver e alargar este projeto. Enquanto instrumento de cooperação, o Centro Intermunicipal de Proteção Civil no Cerval pode ainda estabelecer parcerias de colaboração com outros agentes de Proteção Civil no âmbito do Dispositivo de Combate a Incêndios Florestais e demais matérias da competência da Proteção Civil.
    Privilegiando a centralidade estratégica, este acordo intermunicipal aponta ainda para a promoção da melhoria e capacitação das infraestruturas do Aeródromo de Cerval na área de influência dos meios aéreos e terrestres no âmbito operacional de Proteção Civil.

Adicionar comentário